Dicas

Para onde deve ir a PME em 2017? (artigo 01/02)

As PME´s perguntam para o Dr.ZeroCost, e são basicamente 2 perguntas recebidas com frequência:

1ª pergunta: Devo mudar minha instalação fabril de município em 2017?  

E a resposta é: Depende.

Mas, depende de que? Depende de algumas variáveis para se tomar essa decisão. Executando essa ginástica de planilhar essas variáveis comparar as pontuações de cada município e fazer a opção mais racional.

Além das variáveis outras ações devem ser implementadas para que a PME em 2017 tenha chances de sucesso.

As PME´s devem buscar a sobrevivência em 2017 e o crescimento?

Sugestão: diminuir custos e ampliar a base de clientes é a indicação do Dr.ZeroCost.

Excetuando-se as  variáveis acima  que em outro artigo abordaremos, existem ações importantes a serem consideradas:

  • Ser sustentável alinhará a PME com as novas diretrizes das gerações que estão aí.

  • O mercado é dinâmico, os clientes são cada vez mais voláteis, portanto, o monitoramento de mercado é fundamental. Saber para onde os ventos estão soprando.

  • Os processos internos sempre podem ser melhorados, e muitas vezes um olhar externo ajuda adequá-los eficazmente.

  • Investir na empresa é uma questão de sobrevivência para não ficar defasado e fora do mercado, investimentos em TI são cada vez mais necessários e fundamentais.

  • Governança está na moda, mas trata-se de uma moda que veio para ficar. O cliente em geral não aceita mais ser enganado. Assim, a transparência e ética fazem parte desse jogo ganha-ganha.

  • O time, ou os melhores que compõe o time devem ser mantidos. Muitas vezes confundem-se “puxa-sacos” com pessoas competentes, esse joio deve ser separado do trigo.

  • A diversidade de cultura, de raça, de gênero, e de idade devem ser observadas para que inovações tenham um terreno fértil para prosperar.

  • Se for possível, nem sempre é, investir em Pesquisa e Desenvolvimento pode diferenciar uma PME de outra PME, e ditar o sucesso ou não.

Retornando à questão, mudar ou não mudar de município? As variáveis que se apresentam à PME possuem diferentes pesos para cada uma das PME´s, ou seja, dependem do foco da PME. Num exemplo, se a PME for uma prestadora de serviço, um município com 2% de alíquota de ISSqn pode fazer muita diferença em relação a outro município com 5% de alíquota. Portanto, a PME deverá atribuir um peso maior para o município que oferecer menores impostos. Num outro exemplo, se a PME for sensível a salários, pois é intensiva em empregabilidade de mão de obra, um município onde os salários são mais baixos deve ser mais atrativo. Outra variável pode ser o deslocamento, cidades como São Paulo impõe custos enormes quando deslocamentos frequentes são necessários, etc…etc…

O local ou município vencedor para abrigar a PME em 2017 será aquele que atingir maior pontuação.

A 2ª pergunta que fazem ao Dr.Zerocost é: Mas com os juros que pagam as LTN´s devo investir em terrenos e mudança da minha empresa?

Mudar a empresa de local não é uma decisão de curto prazo, é algo planejado, é algo estratégico e deve haver um estudo de viabilidade para se comprovar a diminuição de custos, ou seja, comprovar se a empresa estará mais saudável financeiramente com a mudança e mais competitiva, para encarar crises futuras.

A comparação dos juros pagos pelos bancos versus novos ativos como  terrenos/áreas na data atual, obviamente que os juros sempre serão melhor avaliados financeiramente, pois, o Brasil passa por uma situação atípica. Hoje, paga-se muito pelo recurso depositado no banco e quase nada para aquele que produz, mas essa realidade não pode ser mantida, não é sustentável, se assim fosse todos os empresários deveriam vender suas empresas, colocar o dinheiro no banco e ir para casa.

Por outro lado, os custos de terrenos e áreas nunca estiveram tão convidativos. O que tem ocorrido com o empresário é que ele permanece numa posição conservadora, pois não deseja arriscar. ok, trata-se de uma decisão de fórum íntimo, mas ele deve estar consciente que quando a situação se reverter, ou seja, os juros caírem, o crédito voltar, os preços dos terrenos e áreas devem aumentar, e a oportunidade poderá ter passado.

O ano de 2017 parece mostrar esse ponto de inflexão da curva, sairemos de um PIB negativo para um PIB próximo de zero, e essa mudança já terá revertido o atual quadro. Esse filme é cíclico!

Se fosse fácil decidir não seríamos empreendedores!

 

PIB Regional 20-12

PIB_15_maiores_regiões_2012

PIB Regional 2012

Acima se pode verificar o PIB regional das 15 maiores regiões brasileiras e PIB regional de todas as regiões brasileiras (base de dados 2012).

Dr Zero Cost

Dr Zero Cost por Ailton Vendramini, perfil realizador com formação na área de Engenharia, tendo trabalhado no Brasil, e no exterior. Atualmente acionista em algumas empresas, e foco no suporte & consultoria para lojistas, pequenas e médias empresas.

Comente

Comente

Categorias

Arquivo

veccon