Custos

Onde instalar sua PME, com Eficácia? (parte 06/08)

À época do dr.ZeroCost no grupo escolar havia um atlas geográfico, tempos bons e tempos simples. Lembro-me que como material escolar as crianças compravam um “mapinha” em plástico (o meu era verde) e com aquele mapa fazíamos o contorno do mapa do Brasil no caderno, pintávamos o Oceano Atlântico de azul e não íamos muito mais longe do que isso.

As empresas se localizavam onde queriam e fabricavam o que desejavam e o cliente comprava o que estava disponível, anos 60. Hoje a escolha da PME é muito mais complexa, e o antigo atlas geográfico não atende as atuais estratégicas.

Onde as PME´s devem se instalar ou buscar novos mercados?

O local aonde o PME irá se instalar é dependente de algumas variáveis. É preciso que a PME se debruce sobre diversos temas e não apenas consulte os limites de município, caso contrário a má escolha poderá conduzi-la à falência. Outro aspecto são as áreas de novos negócios das PME´s que buscam novos mercados, onde devem procurar? Mirar simplesmente o mapa geográfico já não é suficiente para uma boa estratégia, vejamos algumas variáveis que podem ser consideradas:

  • Internet, os estados de São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, e Distrito Federal possuem a melhor internet do Brasil, e se comparada com o mundo desenvolvido é uma ….. ,outros estados brasileiros podem causar sérios danos à PME por má qualidade deste recurso.

  • Taxas de urbanização altas, muitas vezes são prejudiciais para a PME, pois, o m2 da terra é alto, pois, sofrem exploração imobiliária. Para outras PME´s essa taxa alta pode ser muito benéfica, como escritórios de advocacia, etc…

  • Nível educacional, se reflete na qualidade da mão de obra disponível, por tal, locais com universidades e cursos técnicos de primeira linha além de polos tecnológicos podem ser uma excelente opção, já a taxa de alfabetização não traz muitas discrepâncias entre os estados brasileiros.

  • Saneamento Básico, aqui os estados são fortemente diferentes, Alagoas, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Tocantins, Roraima, Pará, Maranhão, Mato Grosso, Amapá, e Amazonas, são campeões em rede de esgoto precária. A cidade de Campinas é o primeiro município brasileiro com 100% do esgoto tratado.

  • Potenciais hidrelétricos e bacias hidrográficas, podem ser relevantes. Hoje, a ANEEL disponibiliza em seu site a qualidade de energia que as concessionárias distribuidoras de energia elétrica entregam para seus clientes, basta acessar o site da ANEEL e as informações estão lá e atualizadas. A PME perde muito dinheiro com a falta e a má qualidade de energia elétrica em algumas regiões brasileiras e muitas vezes não conseguem computar essa perda.

  • Energia solar, energia eólica, biocombustível, se for importante para a PME ela deve se situar num corredor que saí do norte do Paraná, passando por São Paulo até o Ceará.

  • Concentração de minerais tanto cristalinos, como sedimentar são regiões bem definidas no Brasil.

  • Temperaturas amenas, períodos longos de seca, e cálculo de precipitação média anual, estão disponíveis e podem fazer a diferença para a localização de uma PME.

  • A exploração da madeira e reservas extrativistas, se concentram muito mais no norte do país, e é para lá que deve ir a PME com esse objetivo.

  • Terras indígenas são alvos de conflitos, grande probabilidade de trabalho escravo, mortes e conflitos no campo, comunidades quilombolas se localizam na região norte do país. Locais ideais para organizações não governamentais com esse propósito de auxiliar nessas causas.

  • Portos e corredores de exportação se concentram na região sudeste. E algo no norte do país, como Itaqui.

  • Transportes aéreo, carga e correio, nada se compara ao sudeste.

  • Transportes aéreos para passageiros, nada se compara ao sudeste.

  • Unidades industriais, se destaca São Paulo, e num segundo plano Paraná, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio de janeiro. Por tabela a população ocupada na indústria segue a mesma sequência.

  • Indústria de turismo acompanha o excelente litoral brasileiro, e alguns locais no interior do país como Manaus, o Pantanal, e a Ilha do Bananal.  E alguns locais de estância hidromineral como Araxá e Caldas Quentes.

  • A densidade demográfica pode fazer a diferença para a instalação de uma PME, neste caso, desde 1940 há um predomínio de São Paulo e Rio de Janeiro, mais recentemente se comprova uma densidade demográfica de Santa Catarina, Espirito Santo, e o nordeste brasileiro similares a São Paulo, mas continua abaixo do Rio de Janeiro (mais de 200 habitantes /km2).

  • Bolsões de pobreza, Vale do Rio Acre, Alto do Solimões, Bico do Papagaio (Maranhão), Chapada do Araripe (Ceará), Xingó (Alagoas/Pernambuco), Zona da Mata Canavieira (nordeste), Chapada das Mangabeiras (nordeste do Tocantins), Águas Emendadas(Nordeste do DF), Portal do Descobrimento /Jequitinhonha (nordeste de Minas Gerais) e Bacia do RJ.

  • O movimento migratório é um excelente vetor para análise, vale dizer que este é mutável, exemplo, nas décadas de 50 e 60 muitos nordestinos vieram para São Paulo para o auxílio da construção civil, nos anos 70 e 80 e movimento foi bem menor, e também enfrentamos a década perdida de 80, e tivemos uma saída de São Paulo para os estados de Mato Grosso e Goiás. Na década de 90 São Paulo voltou a receber pessoas do nordeste e pessoas iniciaram um movimento para o interior do estado. A partir dos anos 2000 há um retorno de pessoas para o nordeste e também a vinda de alguns aventureiros para São Paulo além de se fortalecer o crescimento do interior paulista.

  • O comando econômico-financeiro mundial gira entorno dos eixos Tóquio, Nova York, Londres/Paris, sendo que ao lado de Londres/Paris temos Frankfurt/Zurich, na Ásia temos Seul, Shangai e Taipé. Ainda nos EUAs temos São Francisco e Los Angeles e agora com a política do Trump não se sabe qual será a importância dos americanos do norte em quatro anos. Outros centros menos importantes, mas relevantes são: Jonanesburgo na África do Sul, Cairo no Egito, Mumbai na Índia, Cingapura e Sydney na Austrália. Por aqui São Paulo/Rio de Janeiro e Buenos Aires é o principal eixo, e está mudando com o enfraquecimento da situação econômica Argentina e os sérios problemas financeiros na administração do Rio de Janeiro.

  • No eixo político São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e o DF dominam o cenário nacional.

  • A infraestrutura moderna pode deve atrair a PME, como também os planos do governo indicando quais eixos da infra está previsto serem alvos de investimentos. É verdade que não devemos confiar cegamente nos planos do governo brasileiro, pois, sabemos que muitos deles não saem do papel e depois de notícias bombásticas nada mais acontece, são engavetados. Todavia, é uma sinalização a ser considerada.

  • E, agora, José?

Dr Zero Cost

Dr Zero Cost por Ailton Vendramini, perfil realizador com formação na área de Engenharia, tendo trabalhado no Brasil, e no exterior. Atualmente acionista em algumas empresas, e foco no suporte & consultoria para lojistas, pequenas e médias empresas.

Comente

Comente

Categorias

Arquivo

veccon